Testemunho de conversão e esperança

Publicado: agosto, 2018

O homem também falou na carta que Deus já havia lhe perdoado pelo furto, mas que sua atitude exigia um ato de reparação. “Deus me perdoou há muito tempo, mas Ele me lembra que depois da confissão vem o arrependimento, e o arrependimento deve vir com a restituição, se possível”, escreveu ele, destacando no final da carta o trecho “Perdoado e livre”.

Joan Almond ficou emocionada ao ler a carta e decidiu compartilhar o acontecido nas redes sociais. A atitude do homem arrependido serviu de testemunho para milhares de pessoas.

“Eu chorei quando vi que Deus atrai seus filhos para perto Dele e nunca desiste de nós. A pessoa que enviou isso, depois de 40 anos, me fez saber que aos olhos de Deus o tempo é irrelevante. Pode levar uma vida inteira para nos arrependermos e buscarmos restituição, mas Ele é paciente e perdoador”, disse a funcionária.

Ela foi questionada sobre quem poderia ser o autor da carta, mas disse não fazer a menor ideia de quem seja, apesar de que adoraria conhecê-lo. Com informações: Shreveport Times.

Fonte: noticias.gospelmais.com.br


Comentários no Facebook

Fale Conosco

(41) 3332-1075 . (41) 99999-1075

Onde Estamos

Av .Presidente Kennedy
Portão - Curitiba - PR